sexta-feira, 15 de julho de 2011

ENCONTRO: AS BEM-AVENTURANÇAS (PROPOSTA DE FELICIDADE)

1 – ACOLHIDA:
A PROCURA DA FELICIDADE
(Durante a narrativa da historia o grupo deve fazer gestos a cada vez que aparecem as palavras)
PAZ – Um aperto de mão
AMOR – bater palmas três vezes
SORRISO – uma gargalhada
Boas vindas – Um abraço em todos os amigos. Incentive a turma a fazer os gestos com rapidez, sem retardar o ritmo da narrativa, procurando pessoas diferentes a cada vez que o gesto se repetir.
Narrativa
Era uma vez uma pessoa chamada Amor. Aquela pessoa chamada Amor sonhava sempre com a paz.
Certo dia, descobriu que a vida só teria sentido quando ele encontrasse a paz.
E foi exatamente naquele dia que o Amor saiu a procura da paz.
Chegou ao local onde ia todos os dias e encontrou os seus amigos com um sorriso nos lábios.
Então, Amor começou a perceber que o sorriso dos amigos comunicava a paz.
E percebeu que a paz existe no intimo de cada pessoa e, para vê-la basta aprender a dar um sorriso.
No mesmo instante, seus amigos perguntaram juntos: Amor, ó Amor! Você sabe onde está a paz?
Ao que ele respondeu: Sim, encontrei a paz.
Ela existe dentro de cada um de nós. Basta sabermos dar um sorriso.
Então, todos os que têm Amor tragam a paz e o sorriso para cá.
E assim, todos ouçam cada um dizer. Bem vindos!

Revista Dialogo- fevereiro/2007
2 – NOSSA REALIDADE:
Nós seres humanos vivemos em constante busca da felicidade. O que pode nos fazer mais feliz, muito brinquedos,  nossa família, ter dinheiro, roupas novas?
Mas, qual a proposta de Jesus para que nós sejamos felizes?
3 – ACLAMAÇÃO DA PALAVRA:  Canto de aclamação
São Mateus, 5, 1 - 12
Naquele tempo, vendo Jesus as multidões, subiu ao monte e sentou-se. Os discípulos aproximaram-se, e Jesus começou a ensiná-los:
"Bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é o Reino dos Céus.
Bem-aventurados os aflitos, porque serão consolados.
Bem-aventurados os mansos, porque possuirão a terra.
Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados.
Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia.
Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus.
Bem-aventurados os que promovem a paz, porque serão chamados filhos de Deus.
Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos Céus. Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem, e mentindo disserem todo tipo de mal contra vós, por causa de mim. Alegrai-vos e exultai, porque será grande a vossa recompensa nos céus".
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor!
Refletir:

 1º- Onde Jesus pronunciou as Bem-aventuranças?
2°- Quem se aproximou de Jesus?
3º- A quem ele falou?
4º- O que ele disse? Quais as promessas para os felizes?
Jesus é o novo Moisés que no monte Horeb proclama a nova Lei: os mandamentos do novo Reino, as bem-aventuranças. Poderíamos chamar o Sermão da Montanha de o programa de vida do cristão ou a proclamação da verdadeira felicidade, porque ser bem-aventurado quer dizer ser feliz e é feliz o cristão que segue um programa de vida como esse apresentado por Jesus.
As quatro primeiras bem-aventuranças nos mostram quem é feliz, as quatro seguintes, como se deve agir para participar dessa felicidade e a última fala do discípulo de Jesus.
Para o Catequista: O Evangelho segundo Mateus apresenta cinco longos discursos, nos quais ele junta "ditos" e ensinamentos proferidos por Jesus em várias ocasiões e contextos.
Escrevendo aos judeus, desejava mostrar nesses cinco discursos a NOVA LEI, destinada a substituir a antiga Lei dada ao Povo por meio de Moisés e escrita no Pentateuco (cinco primeiros livros da Bíblia.
Hoje, iniciamos o Primeiro: o Sermão da Montanha, cuja introdução são as BEM-AVENTURANÇAS. 
Elas são um "retrato" de Jesus e um Modelo para os seus seguidores.
Mateus agrupa um conjunto de palavras de Jesus, com a evidente intenção de proporcionar à sua comunidade uma série de ensinamentos básicos para a vida cristã. Procurava oferecer à comunidade cristã uma nova Lei, que superasse a antiga Lei.
Mateus situa esta intervenção de Jesus no cimo de um monte.
Faz lembrar o monte Sinai, onde Deus deu ao seu Povo a antiga Lei.
Lá começou a ensinar: "FELIZES OS POBRES EM ESPÍRITO..."
As nove bem-aventuranças poderiam ser resumidas pela primeira.
Para Mateus, reconhecer-se pobre não é apenas uma condição social, mas uma disposição interior, que afeta nosso modo de pensar e agir.
As BEM-AVENTURANÇAS têm sentido ainda hoje? ou são uma mera utopia?
♦ Jesus diz: "Felizes os pobres em espírito"; o mundo diz: "felizes os que têm dinheiro e sabem usá-lo para comprar influência, comodidade, poder, segurança e bem-estar". Quem é, realmente, feliz?
♦ Jesus diz: "Felizes os mansos"; o mundo diz: "felizes os que respondem à violência com violência, pois só a linguagem da força é eficaz." Quem tem razão?
♦ Jesus diz: "Felizes os que choram"; o mundo diz: "felizes os que não têm motivos para chorar, porque a sua vida é sempre uma festa". Onde está a verdadeira felicidade?
♦ Jesus diz: "Felizes os que desejam cumprir a vontade de Deus"; o mundo diz: "felizes os que não dependem de preconceitos ultrapassados e não acreditam num deus que diz o que se deve ou não, porque assim são mais livres".Onde está a verdadeira liberdade, que enche de felicidade o coração?
♦ Jesus diz: "Felizes os misericordiosos"; o mundo diz: "felizes os que não se deixam comover pela miséria e pelo sofrimento dos outros. Assim serão mais eficazes neste mundo tão competitivo". Qual é o verdadeiro fundamento de uma sociedade mais justa e mais fraterna?
♦ Jesus diz: "Felizes os sinceros de coração"; o mundo diz: "felizes os que sabem mentir e fingir, pois a verdade e a sinceridade destroem a carreira e o sucesso de muitos". Onde está a verdade?
♦ Jesus diz: "Felizes os que promovem a paz"; o mundo diz: "felizes os que não têm medo de lutar contra os outros, pois só assim podem ser pessoas de sucesso". O que é que torna o mundo melhor: a paz ou a guerra?
♦ Jesus diz: "Felizes os perseguidos por causa da justiça",
                    "Felizes os perseguidos por causa de Jesus; o mundo diz: "felizes os que fazem o jogo dos poderosos e estão sempre de acordo com eles, pois só assim podem subir na vida e ter êxito na sua carreira".
E Nós? Onde procuramos a nossa felicidade, a nossa segurança?
4 - SÍMBOLO
O sorriso no rosto das pessoas é uma demonstração de seu estado de felicidade. Nossa reflexão de hoje nos ajuda a compreender  o caminho da verdadeira felicidade.
5 - ATIVIDADE
Escrever num pequeno cartão uma parte de uma das bem aventuranças – por exemplo: “Felizes os pobres de espírito”. Em cartão de outra cor, escrever a outra parte: “Porque deles é o reino dos céus”. Misturar todos os cartões e distribuí-lo para os participantes do grupo. Cada catequizando deverá procurar o cartão que corresponde à sua bem aventurança. O objetivo é fazer o grupo memorizar as bem-aventuranças.

6 - COMPROMISSO
Tomar uma atitude que deixe alguém feliz. Você deve ser a causa dessa felicidade. No próximo encontro vamos partilhar.
7 - ORAÇÃO FINAL
Senhor, queremos acolher a proposta de vida que tu nos apresentaste. Queremos a partir de este encontro cuidar melhor das pessoas e nos afastar de todo mal. Que possamos realmente mudar nosso modo de pensar e agir, para sermos dignos de fazer parte dos bem-aventurados. Amém.
8 - CANTANDO E REZANDO.
 

Amar Como Jesus Amou





Um dia uma criança me parou
Olhou-me nos meus olhos a sorrir
Caneta e papel na sua mão
Tarefa escolar para cumprir
E perguntou no meio de um sorriso
O que é preciso para ser feliz?
Amar como Jesus amou
Sonhar como Jesus sonhou
Pensar como Jesus pensou
Viver como Jesus viveu
Sentir o que Jesus sentia
Sorrir como Jesus sorria
E ao chegar ao fim do dia
Eu sei que dormiria muito mais feliz
Ouvindo o que eu falei ela me olhou
E disse que era lindo o que eu falei
Pediu que eu repetisse, por favor
Mas não dissesse tudo de uma vez
E perguntou de novo num sorriso
O que é preciso para ser feliz?
Depois que eu terminei de repetir
Seus olhos não saíram do papel
Toquei no seu rostinho e a sorrir
Pedi que ao transmitir fosse fiel
E ela deu-me um beijo demorado
E ao meu lado foi dizendo assim
Amar como Jesus amou.
Fontes de pesquisa:
wwwblogdaprecatequese.blogspot
www.buscandonovaságuas.com
Livro A mesa do pão

Um comentário:

  1. Boa noite! Que legal esta dinâmica do começo do post. Vou fazer com meus catequizandos na volta da catequese. Paz e bem!

    ResponderExcluir