sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Mês da Bíblia em nossa família



Em setembro, mês temático da Bíblia, a Igreja convoca todos os católicos a darem um especial destaque à Palavra de Deus em sua vida. Ela o faz, consciente de que todo dia é dia da Bíblia e de que esta deve ser lida e meditada pelos fiéis todos os dias, o ano inteiro.
Quando a Igreja nos propõe a celebração de um mês temático, está pedindo que vejamos com um cuidado especial algumas dessas coisas importantes ou essenciais de nosso dia-a-dia. É assim que, em setembro, a Bíblia terá um espaço destacado em nosso tempo, em nossas atenções e, sobretudo, em nosso coração.
O encontro de Jesus com os discípulos de Emaús (Lc 24) nos mostra que a leitura proveitosa da Bíblia se faz quando escutamos Deus que nos fala através da realidade ao nosso redor, do texto bíblico e da nossa comunidade de fé.
Cursos, encontros e estudo em grupo, bem como a participação assídua nos grupos de reflexão (círculos bíblicos), podem ajudar a conhecer melhor o conteúdo da Bíblia, a ter uma visão global de todo o livro e, acima de tudo, a descobrir dentro da vida de hoje a presença luminosa da Palavra de Deus.
A Bíblia e a família
A Palavra de Deus é alimento, força e luz para a família. Alguns casais já têm o hábito da leitura diária da Bíblia; normalmente lêem o texto do Evangelho proposto para a liturgia do dia. Outros procuram fazer essa leitura junto com os filhos. Mas é preciso que se multipliquem essas famílias leitoras assíduas da Palavra de Deus.
Além disso, é importante que os pais se preocupem em criar em sua casa o clima de valorização da Bíblia. É evidente que os filhos vão notar tal valor se acostumarem a ver os pais lendo e meditando, diariamente, a Palavra de Deus. Serão arrastados pelo exemplo, quando verificam que pai e mãe colocam em prática o que lêem e meditam. Esse testemunho permitirá que os filhos possam, desde cedo, ir aprendendo a ler e a perceber a importância da palavra divina em suas vidas, deixando-se também moldar pelos critérios divinos.
Uma prática regular da oração e da leitura da Palavra de Deus em família ajuda pais e filhos a se libertarem daquela oração rotineira, mecânica e formal. Por exemplo, os Salmos poderão facilitar a formação dos filhos na oração, ajudando-os a ter um relacionamento íntimo, amigo, filial, de súplica e adoração com Deus. Pais e filhos vão fazendo a experiência da “leitura orante da Palavra de Deus”. Que bom os filhos, desde crianças, aprenderem ouvir Deus e se sentirem profundamente amados por Ele!
Pai e mãe, bem como os catequistas, sabem que as crianças captam facilmente as histórias da Bíblia e gostam de contá-las para os colegas. É oportuno que estas crianças possam não só ouvir tais histórias, mas também vê-las com seus próprios olhos no livro sagrado e, assim, avaliar as atitudes dos grandes personagens bíblicos.
O mês da Bíblia em família
Como setembro é o mês da Bíblia, seria bom que cada família escolhesse um dia para fazer a sua entronização, preparando para ela um pequeno altar ou colocando-a num lugar de destaque, de preferência, onde todos possam, além de vê-la, fazer uma paradinha, de vez em quando, para a leitura. É oportuno também que a família determine um momento do dia para a proclamação da Palavra, reflexão e preces em comum. Um pequeno trecho poderá ser lido no início de uma das refeições em que a família esteja reunida.
A Bíblia na mão e no coração
Pe. Sebastião Sant’Ana,(http://catolicosnarede.wordpress.com/)

2 comentários:

  1. Olá,estou fazendo minha visitinha nos blogs dos catequistas unidos!Parabéns pelo seu viu ta lindão!A paz de Cristo e o no Amor de Maria!beijs Paty♥

    ResponderExcluir
  2. PAZ E BEM MANOEL. TEM SELINHO LÁ NO NOSSO BLOG PARA VOCÊ.TENHA UM BOM FINAL DE SEMANA!

    ResponderExcluir